Saturday, May 29

Ao grande filho da p*** que se despistou aqui na rua ontem à noite e destruiu os carros do meu irmão e da minha mãe,

Só tenho a dizer uma coisa: obrigada! Obrigada por arruinares um fim-de-semana a uma família inteira, só porque vinhas provavelmente bêbedo do arraial do IST e te apeteceu fazer uma merda de um pião aqui na rua, perdeste o controlo do carro e trufas, enfiaste-te no C3 azul escuro que estava estacionado, sossegadinho, à tua direita. Que por sua vez, andou para a frente e espatifou a bagageira de uma C5 prateada que estava estacionada à frente dele. Carros esses que são, respectivamente, do meu irmão e da minha mãe.
Não contente com isso e com serem quase quatro da manhã, resolveste fugir e
deixar o carro, deixando também o caos instalado aqui na rua. Obrigada, a sério!
Devo só dizer-te que espero que vás arder no Inferno e que eu e o Miguel nunca te consigamos deitar as mãos, porque senão vais para lá (para o Inferno) muito mais depressa. Ou pelo menos, para as urgências do Hospital de Santa Maria.
Porque isto, não é coisa que se faça, seu grandessíssim
o filho da p***.

(Piadinhas sobre só termos Citröen's cá em casa são dispensáveis, a sério.)

1 comment:

  1. fo*****, há gente mesmo anormal. credo...

    ReplyDelete

I've rambled. Now, it's your turn.